Exercícios para melhorar o equilíbrio: por quê praticá-los?

ejercicios para mejorar equilibrio

Sabe por quê é importante fazer exercícios para melhorar o equilíbrio? A Décimas explica porque não deve esquecer destes exercícios no seu dia a dia.

 

Porquê é importante melhorar o equilíbrio?

Para os adultos, à medida que envelhecem, manter um bom equilíbrio é de grande importância, porque isto os ajudará a evitar quedas e a permanecer independentes.

A boa notícia é que existem exercícios para melhorar o equilíbrio que têm muitos benefícios para todos:

 

  • Ajuda a melhorar a coordenação dos movimentos.
  • Facilita a capacidade de reação, por exemplo, quando tropeçamos.
  • Ajuda a executar movimentos de forma mais eficiente, o que evita lesões.
  • Fortalece o sistema neuromuscular e aumenta a estabilidade corporal, melhorando o nosso desempenho desportivo.
  • Aumenta o controlo sobre o próprio corpo através da melhoria da força muscular.
  • Poupa energia, melhora a flexibilidade e, consequentemente, aumenta o nosso potencial e o desempenho desportivo.
  • Ajuda a corrigir a postura corporal, o que também previne lesões.

 

Por todas estas razões, os exercícios para aumentar o equilíbrio são uma parte essencial da nossa rotina de treinos.

 

Rotina de exercícios para melhorar o equilíbrio

Existem muitos exercícios, com diferentes graus de dificuldade, que nos podem ajudar a melhorar o nosso equilíbrio e, como já vimos, são muito benéficos para a nossa saúde. Aqui estão alguns exercícios para melhorar o equilíbrio e a coordenação que pode fazer em casa:

 

  • Agachamentos. Ajudam a fortalecer os músculos das nádegas e das pernas, o que nos dá uma maior estabilidade. Posicionar os pés paralelamente e abertos à largura da cintura. Agachar-se com os joelhos paralelos sem ultrapassar o limite das pontas dos dedos dos pés. Há várias maneiras de o fazer: subir e descer várias vezes ou manter-se agachado por alguns segundos e depois subir.
  • Equilíbrio numa perna só. Levantar um joelho até à cintura com um ângulo de 90 graus. Manter a postura pelo tempo que aguentar. Em seguida, trocar de pernas e repetir o exercício. Para dificultar, pode usar uma base macia, como uma almofada.
  • Equilíbrio sobre mãos e joelhos. Ficar numa posição de quatro apoios. Levantar um braço à sua frente alinhado com as costas. Depois fazer o mesmo com a perna oposta e manter-se na posição. Usar os seus músculos centrais para o ajudar a equilibrar-se. Depois repetir o exercício com o braço e a perna opostos.
  • Equilíbrio em barra. Pode usar uma prancha, uma linha pintada no chão, uma fila de tijolos… Basta subir e andar para frente e para trás sem sair da linha. O seu grau de dificuldade deve ser proporcional à sua capacidade. Pode colocar um livro sobre a cabeça e tentar não o deixar cair.
  • Peso morto com uma perna. Levantar-se e ativar o core, deixar cair o tronco para a frente e levantar uma perna reta para trás. Manter a perna esticada paralelamente ao chão e estender os braços à altura dos ombros perpendicularmente ao chão. Depois retornar à posição inicial, baixando a perna e levantando o tronco. Repetir o exercício com a outra perna.

 

Há também jogos simples como o jogo da macaca que podem ajudá-lo a melhorar o seu equilíbrio e são também bons exercícios de coordenação, tais como um percurso de obstáculos. Do mesmo modo, disciplinas como o tai chi chuan, yoga ou pilates são altamente recomendadas porque introduzem muitos exercícios para melhorar o equilíbrio.

 

Com que frequência praticar?

Os exercícios de equilíbrio e estabilidade também o ajudam a melhorar outros aspetos da sua rotina desportiva. Portanto, é recomendável dedicar entre uma a duas sessões por semana aos seus exercícios de equilíbrio.

 

E não estamos a falar apenas das pessoas mais velhas, para quem este tipo de treino é especialmente benéfico, mas para qualquer atleta, seja ele amador ou profissional.

Be Sociable, Share!

Leave a Comment